terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Miedo

Medo. (ê) sm (lat metu) 1 Perturbação resultante da idéia de um perigo real ou aparente ou da presença de alguma coisa estranha ou perigosa; pavor, susto, terror. 2 Apreensão. 3 Receio de ofender, de causar algum mal, de ser desagradável. sm pl Gestos ou visagens que causam susto.
Michelis.
Leia ouvindo Miedo.
Acho que eu estou com medo. E dizem que é normal.
No próximo domingo, dia 04 de Janeiro, eu embarco para a Líbia, Norte da África. A ficha ainda não caiu e nisto está mais um medo: e se cair dentro do avião, na sala de embarque ou quando chegar lá? Sim, porque uma hora ela vai ter que desabar. E acho que não estou preparada. Nunca estamos.
Ontem saí com três executivos e eles me perguntaram "Como foi isso?" e, depois, "Mas por quê Líbia?". Não me lembro bem o que respondi, porque foi aquela fala corporativa, dizendo que estava segura e que era isso mesmo o que eu queria da vida: a-ha-ha; u-hu-hu. "Desafiante", completaram. Eu: "É assim que eu gosto".
Dizem que tenho o mundo pela frente, que vou viajar muito e conhecer vários outros lugares atípicos. Quero mesmo é falar mais outras duas línguas, embora tenha vergonha de começar pelo espanhol. Humpf!
Por outro lado, do outro lado do medo, eu realmente acho que era isso mesmo que eu tinha que fazer: aceitar o desafio e ir. Afinal, se eu quero construir uma carreira internacional, viajar e falar outros idiomas, não poderia ficar em um só lugar, no Brasil.
Tenho medo de sentir muita saudade. Tenho medo de viver essa cultura ainda bem obscura. E dizem "calma, é natural".

Estou fugindo de algumas fotos, alguns momentos e algumas pessoas. Fatos. Acho que estou sem estômago. Sem força. Estou esperando a ficha cair para ver se entendo mesmo as minhas escolhas. E, dizem, ainda, que felicidade é a soma das nossas escolhas com a sorte. Acho que a sorte é quem determina, no fim das contas: é ela quem põe o ponto final, ou não? Acho que sim. Nossas escolhas são reticentes. Olha só meu medo. Ele não diz nada, apenas, dá espaço para eu continuar a frase, positiva ou negativamente, e quem vai dizer o teor desta, é a sorte.

8 comentários:

Marco Tulio Kehdi disse...

Oi Fofa... bom só pra te dizer to sempre aqui lendo o seu blog :D Sou um dos seguidores ai...

Então, esse negócio de cair a ficha é muito interessante. Eu quando tava indo pra Europa - bom, era para um mês, mas a primeira vez que eu saía do meu país e pode somar ai mais umas 200 emoções diferentes me acompanhando. Aconteceu algo muito parecido com o que ta acontecendo com voce. A ficha não caía. Só foi cair quando eu entrei no onibus de transferência que levava para o avião. Eu dei um soluço forte e engoli um choro. O resto foi tranquilo.

Sei que a Líbia e a Holanda são um pouquinho diferentes, mas de qualquer forma... sei que vai dar tudo certo. Lembra sempre dessa frase que a minha mae me falava.... me ajudou a minha vida inteira:

"Tudo dá certo no final. Se não deu certo até agora, é porque não chegou o final".

Beijão!

Floriano disse...

eu mandei meu estomago todo embora no banheiro do aeroporto .. hihiih

Mais vai com toda força do mundo, tendo certeza que muita gente torce por vc.

Muito Sucesso, Destreza E Felicidades

Bjao

Tati disse...

Baaabi! Agora que descobri seu blog, vou virar frequentadora assidua ;)Vai com tudo fofa! Voce merece essa oportunidade e tenho certeza que vai aproveitar cada momento.

Mesmo de longe, estou aqui torcendo por voce! Tudo de bom ai fofa e vai mandando noticias.

Um beijo enorme,

Tati

Luna Ferolla disse...

Enquanto o medo não te impede de tentar, é super saudável!

Minha ficha quando fui pra África caiu quando desci do avião na Nigéria! E acho que ela quicou algumas vezes até cair de verdade....

Boa sorte!

Te disse...

bem falado luna! ;)

Ter medo e sentir saudade eh normal! mas isso nao tem q te impedir de viajar! tanto nao impediu q vc jah foi!
relaxa qanto a saudade! Tenha certeza de q todos vao estar aqui e esperando na volta! eu pelo menos! hehe

aproveita essa oportunidade q vc tta tendo! boa ou ruim vc vai aprender e crescer cm certeza!

saudades sempre!
Te

Dani Barbosa disse...

Oi Babi

Tudo bem guria?!Me vi refletida nas suas palavras. Como as Luna e a Tê falaram o negócio e tentar.
Aqui na Itália a coisa não tá nada fácil, mas sabias as palavras da Tê pq na vida tudo é aprendizado até mesmo quando as coisas não saem como o planejado.
Não conhecia o seu blog, já add nos meus favoritos. =)
Boa Sorte e parabéns pela coragem.
Fica com Deus
Bjo

CECÍLIA PESSOA disse...

Oi Babi, tudo bem? quanto tempo...tava a procura do seu blog! que legal, vc e seu jeito ousado de escrever! Bom, sucesso ai na sua aventura. Bjus
Cecília Pessoa (BH)

Karla Ticona disse...

Vio que o medo mudo a emociao?
Keep posting and wish you all the best!

KT

*Não adesão à nova regra gramatical.