sábado, 25 de julho de 2009

Duas semanas

Esperar [1.Ter esperança em, estar à espera de, contar com (...); 2. Aguardar; 3 Estar na expectativa; 4 Contar, obter; ter como certo ou muito provável, conseguir; 5. Confiar no auxílio ou proteção (...)".
Michaelis.

*Leia ouvindo
Letra

Acabei a fisioterapia. Seis sessões em duas semanas. Ridículo, mas a massagem era boa. A pessoa que me atendeu, que, infelizmente, não posso afirmar que seja fisioterapeuta, não falava (quase) nada de Inglês.

No primeiro dia ela me mandou ir para a piscina - talvez eu tenha coragem de descrevê-la um dia - e quando entrei (ok, depois saí e não voltei mais. Passou!) ela disse "Vai, nada".

- Como assim?; perguntei.
- Vai, nada, ela insistiu.
Decidi ir por mímica.
- Você não sabe nadar? Nadaaaa - enfatizou.
Desisti e fiquei parada, em pé, por 40 minutos, até que a maluca voltou e começou a erguer as pernas próximo à beira da piscina. Entendi que era aquela brincadeira de "imitar o bobo" e foi o máximo que fiz quanto aos bem recomendados "exercícios na água": dez vezes ergui a perna direita e dez a esquerda.

No resumo destes seis dias, intercalados, passei raiva, fiquei perdida com o motorista, não me comuniquei, recebi massagem e foi isso.
Ontem, no meu último dia, perguntei:

- Então, hoje é meu último dia, o fisioterapeuta vai me avaliar e dizer os próximos passos?
- Espera, foi a única coisa que a Líbia - a maluca - de pele morena e olhos fortes, mas perdidos, soube me dizer antes de sair.
Enquanto colocava o tênis, chegou um rapaz, dizendo:
- A Sara me disse que você falou algo. O que é?
(ahahahaha, às vezes acho que isso é um filme e que a qualquer hora alguém vai desligar a TV e vou voltar ao normal: não é possível!).
Repeti, com muita calma a pergunta e o colega, na mesma calma, respondeu, olhando para os lados, como quem procura alguma coisa.
- Ah, volta daqui duas semanas.
Eu: - Mas duas semanas? Ninguém pode me avaliar hoje? Posso voltar a fazer exercício físico?
- Isso, volta daqui duas semanas.
- Sim, entendi, mas e amanhã, faço o quê?
- O fisioterapeuta viajou, Ramadan, todo mundo viaja antes, Ramadan. Volta daqui duas semanas.

Ai, Senhor. Amarrei meu cadarço e anotei no meu celular: voltar no fisioterapeuta, em duas semanas. Enquanto isso, vou fazendo os alongamentos - dez na perna direita, dez na esquerda, na academia da empresa.

*Nestes últimos dias mudei de casa e me despedi da Teca e da Magequita. Durante a semana, a irmã do meio mandou esta música para a gente, então, vale regar o momento com ela.

2 comentários:

Pedro Ivo disse...

Hmn... A minha impressão é: Peguei o bonde andando.

Kika disse...

SEMPRE ADORO LER SEU BLOG, SAUDADES DE VC E DA LIBIA, ACREDITE SE QUISER!!!

*Não adesão à nova regra gramatical.